Antes da fama, criador de Sherlock pediu em carta para ser publicado

 

Antes de entrar para a história como o criador de Sherlock Holmes, Arthur Conan Doyle trabalhava como médico em um consultório no sul da Inglaterra. No intervalo das consultas, ele aproveitava o tempo para escrever histórias de detetive, enviando-as depois para revistas na esperança de ser publicado.

A primeira aventura com Sherlock, Um Estudo em Vermelho, foi publicada na revista Beeton’s Christmas Annual em novembro de 1887 mas, antes disso, Conan Doyle tinha enviado várias cartas para revistas com contos para avaliação.

Uma das cartas foi divulgada recentemente pela Biblioteca Nacional de Edimburgo, na Escócia. Data de 1882, nela Doyle pede que o conto “The Actor’s Duel” (O Duelo do Ator, tradução livre) seja analisado, esperando que a revista Blackwood’s Magazine publicasse a história em uma de suas edições.

Leia o conteúdo da carta abaixo:

 

Prezado Senhor. Atrevo-me a enviar aos seus cuidados o conto “O duelo do ator”. Certa vez, ocupei seu valioso tempo enviando um esboço que não correspondia ao seu padrão – acredito que este pode ter um destino melhor. Por mais defeituoso que seja o trabalho, estou consciente de que o desfecho é ao mesmo tempo original, poderoso e digno, espero, das tradições de sua revista.

 

 

Segundo um artigo no jornal Edinburgh Live, o primeiro conto (aquele que havia sido rejeitado) chamava-se “ A Granja Assombrada de Goresthorpe”. O segundo conto também acabou sendo ignorado, provando que o editor da Blackwood’s Magazine não era um avaliador assim tão perspicaz.

 

 

(Imagem: Getty Images)

Compartilhe aqui!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Ana Paula Laux

Jornalista. Trabalha com curadoria de informação, gestão de mídias sociais e criação de conteúdo digital. Em 2014, lançou o e-book "Os Maiores Detetives do Mundo" (Chris Lauxx).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!