LANÇAMENTOS | Crime, suspense e terror em agosto

Confira as sugestões de lançamentos para agosto de 2019.

 

1. Horror Noire, Robin R. Means Coleman


Compre o livro

S. Torriano Berry, cineasta, professor e escritor, diz em sua introdução para Horror Noire: A Representação Negra no Cinema de Terror que um dos aspectos mais danosos do espectro limitado de papéis representados por atores negros nos filmes de terror iniciais é a falta de imagens positivas para proporcionar um sentimento de equilíbrio. “Ver um personagem negro arregalar os olhos e empalidecer ao se deparar com um fantasma não teria sido tão ruim se o seu papel seguinte ou anterior tivesse sido como um médico, advogado ou empresário de sucesso. No entanto, os filmes hollywoodianos relegavam aos negros os personagens subservientes, como mordomos, empregadas e motoristas”, diz. É esta análise que Coleman propõe ao público em sua obra. Horror Noire: A Representação Negra no Cinema de Terror é um marco e virou documentário produzido e exibido pela Shudder, plataforma de streaming audiovisual de terror ainda não disponível no Brasil. Horror Noire: A Representação Negra no Cinema de Terror integra a Coleção Dissecando, da DarkSide® Books — dedicada a revelar os bastidores e a história de grandes produções audiovisuais e seus imortais criadores — chega para os leitores em capa dura, com textos especiais e galeria de imagens. Uma obra indispensável em nossa exploração e favorecimento do gênero de terror.

 

2. A última viúva, Karin Slaughter


Compre o livro
Compre o e-book

Quando uma tarde de domingo é interrompida pelo som de duas explosões, o agente especial Will Trent e sua namorada, a médica Sara Linton, seguem seus primeiros impulsos: prestar socorro e investigar. No entanto, eles não imaginavam quais seriam as consequências de seguir seus instintos à risca. O cenário piora rapidamente quando, em meio ao caos, Sara é sequestrada. Will, então, precisa encontrá-la enquanto se infiltra na organização terrorista para investigar os ataques. Ele acaba descobrindo segredos que comprometem a segurança de milhares de pessoas. E, entre salvar o país e sua namorada, Will Trent não se decidirá por nada menos que os dois.

 

3. Quando a luz apaga, Gustavo Ávila


Compre o livro

Novo livro do autor de O Sorriso da Hiena. Quando supostos desaparecimentos de moradores de rua chegam ao conhecimento de artur veiga, o detetive inicia uma investigação própria para comprovar os fatos, já que não há indícios concretos sobre os crimes. Sem desconfiar que havia um plano maior por trás da série de desaparecimentos, artur se vê diante de um caso mais complexo do que imaginava, que o desafia em uma trabalhosa busca, levando-o para dentro de uma realidade que sobrevive às margens da vida cotidiana. Enquanto o detetive busca encontrar a verdade, um criminoso tem como objetivo expô-la, movido pelas engrenagens da própria sociedade que o criou. Dentro dela, as normas sociais limitam a felicidade, demonizam os desejos individuais e buscam oprimir o sentimento livre, utilizando o discurso da decadência de valores para solidificar os moldes de uma sociedade reprimida e adestrada.

 

4. Vozes do Joelma: Os gritos que não foram ouvidos, Marcos DeBrito, Rodrigo de Oliveira, Marcus Barcelos e Victor Bonini


Compre o livro

Marcos DeBrito, Rodrigo de Oliveira, Marcus Barcelos e Victor Bonini são autores reconhecidos pela crueldade de seus personagens e grandes reviravoltas nas narrativas. As mentes doentias por trás dos livros A Casa dos Pesadelos, O Escravo de Capela, Dança da Escuridão, Horror na Colina de Darrington, Quando ela desaparecer, O Casamento, Colega de Quarto, e da série As Crônicas dos Mortos, se uniram para criar versões perturbadoras sobre as tragédias que ocorreram em um terreno amaldiçoado, e convidaram o igualmente perverso Tiago Toy para se juntar na tarefa de despir os homicídios, acidentes e assombrações que permeiam um dos principais desastres brasileiros: o incêndio do edifício Joelma. O trágico acontecimento deixou quase 200 mortos e mais de 300 feridos, além de ganhar as manchetes da época e selar o local com uma aura de maldição. Esse fato até hoje ecoa em boatos fantasmagóricos que envolvem a presença de espíritos inquietos nos corredores do prédio e lendas sobre lamúrias vindas dos túmulos onde corpos carbonizados foram enterrados sem identificação. Algo que nem todos sabem, é que muito antes do Joelma arder em chamas no centro de São Paulo, o terreno já havia sido palco de um crime hediondo, no qual um homem matou a mãe e as irmãs e as enterrou no próprio jardim. Devido às recorrentes tragédias que marcaram o local, há quem diga que ele é assombrado por ter servido como pelourinho, onde escravos eram torturados e executados. E sua maldição já fora identificada pelos índios, que deram-lhe o nome de Anhangabaú: águas do mal. Se as histórias são verdadeiras não se sabe… A única certeza é que a região onde ocorreu o incêndio tornou-se uma mina inesgotável de mistérios. E, neste livro, alguns deles estão expostos à loucura de autores que buscaram uma explicação.

 

5. Inspeção, Josh Malerman


Compre o livro
Compre o e-book

Quando uma tarde de domingo é interrompida pelo som de duas explosões, o agente especial Will Trent e sua namorada, a médica Sara Linton, seguem seus primeiros impulsos: prestar socorro e investigar. No entanto, eles não imaginavam quais seriam as consequências de seguir seus instintos à risca. O cenário piora rapidamente quando, em meio ao caos, Sara é sequestrada. Will, então, precisa encontrá-la enquanto se infiltra na organização terrorista para investigar os ataques. Ele acaba descobrindo segredos que comprometem a segurança de milhares de pessoas. E, entre salvar o país e sua namorada, Will Trent não se decidirá por nada menos que os dois.

 

6. Serpentário, Felipe Castilho


Compre o livro
Compre o e-book

Com traços de H.P. Lovecraft e Robert W. Chambers, Serpentário é uma narrativa macabra, em que o humor mordaz e a ironia se insinuam como o veneno de uma serpente. Todo ano, Caroline, Mariana e Hélio costumavam deixar a capital paulista para encontrar Paulo, um jovem habituado à simples vida caiçara. No entanto, a amizade construída nas areias do litoral sofreu abalos sísmicos no Réveillon de 1999, quando algo tão inquietante quanto o bug do milênio abriu caminho para uma misteriosa ilha que despontava no horizonte, e explorá-la talvez não tenha sido a melhor decisão. Sobreviver à Ilha das Cobras tem um preço. O arquipélago é um ambiente hostil, tomado por víboras, e esconde segredos tão perturbadores quanto seus habitantes. Mais do que um equívoco darwiniano ou uma lenda popular, a ilha praticamente destruiu a vida deles. Entre memórias e fatos fragmentados, o que aconteceu naquela fatídica noite se tornou um mistério. Mas de algumas coisas eles se lembram perfeitamente: uma enorme e ameaçadora serpente, além de uma pessoa sendo entregue ao ninho da víbora, um sacrifício sem chance de recusa. Anos depois, Caroline é confrontada com um de seus piores pesadelos: a pessoa que eles abandonaram está viva. Um fantasma do passado que surge para fazer suas certezas caírem por terra. Então, ela decide reunir os amigos para entender o que aconteceu. E talvez o encontro seja parte de algo maior… e maligno. Em Serpentário, Felipe Castilho mostra todo o seu talento ao mesclar referências do folclore e da mitologia a elementos da cultura pop, da ficção científica e do horror.

 

7. WOW!: O primeiro contato, Pablo Zorzi


Compre o livro

Numa noite de 1977, o estudante de astrofísica Jerry Laplace vê sua vida virar do avesso quando, no Observatório da Universidade de Ohio, recebe o sinal Wow!, que finalmente pode comprovar a existência de vida extraterrestre. Preso numa rede de intrigas e segredos, sem saber em quem confiar, Jerry precisa encontrar um meio de sobreviver enquanto é perseguido por agentes do governo que tentam a todo custo ocultar a descoberta. Com uma narrativa eletrizante, Pablo Zorzi prende o leitor da primeira à última página nesta trama repleta de reviravoltas, que liga fatos reais do passado a uma história que envolve não apenas a possibilidade de vida fora da Terra, mas também lendas de antigas civilizações e sociedades secretas.

 

8. A mão esquerda da escuridão, Ursula K. Le Guin


Compre o livro
Compre o e-book

Enviado em uma missão intergaláctica, Genly Ai, um humano, tem como missão persuadir os governantes do planeta Gethen a se unirem a uma comunidade universal. Entretanto, Genly, mesmo depois de anos de estudo, percebe-se despreparado para a situação que lhe aguardava. Ao entrar em contato com uma cultura complexa, rica, quase medieval e com outra abordagem na relação entre os gêneros, Genly perde o controle da situação. É humano demais, e, se não conseguir repensar suas concepções de feminino e masculino, correrá o risco de destruir tanto a missão quanto a si mesmo. Em capa dura, com pintura inédita de Marcela Cantuária e prefácio de Neil Gaiman, esta edição celebra o aniversário desta obra magistral. A mão esquerda da escuridão propõe ricas discussões sobre assuntos polêmicos e atemporais – gênero, feminismo, alteridade, filosofia e antropologia -, sendo considerado pela crítica especializada não só um dos mais importantes livros de ficção científica já escritos como também uma verdadeira obra-prima da literatura moderna.

 

9. Cilada (nova edição), Harlan Coben


Compre o livro
Compre o e-book

Haley McWaid tem 17 anos. É uma aluna exemplar, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Certa noite, quando ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia, todos na cidade começam a imaginar o pior. O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida. Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan, se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente. Na investigação dos dois crimes, verdades inimagináveis são reveladas. Todos têm algo a esconder e os segredos se ligam em um elaborado mosaico.

 

10. O jogo da mentira, Ruth Ware


Compre o e-book

Isa Wilde e suas três melhores amigas, Kate, Fatima e Thea, costumavam brincar de o Jogo da Mentira quando eram adolescentes em Salten House, um colégio interno no litoral da Inglaterra. Era um jogo com regras próprias, que girava em torno de inventar histórias perversas sobre professores e outras alunas. Mas a brincadeira teve consequências desastrosas, o período escolar acabou em tragédia e escândalo, e as quatro amigas foram expulsas sob circunstâncias misteriosas envolvendo o desaparecimento do pai de Kate, Ambrose, um excêntrico e querido professor de arte. Quase duas décadas depois, um osso humano é encontrado no mesmo vilarejo litorâneo onde elas estudaram e no qual Kate ainda mora. Na manhã seguinte, Isa, Fatima e Thea, as três outras mulheres do então inseparável quarteto, recebem de Kate o recado que sempre temeram, dizendo apenas: “Preciso de vocês”. Reunidas novamente naquele lugar onde viveram momentos inesquecíveis de sua juventude – as escapadas do campus, as belas lições de Ambrose, os encontros furtivos e as tardes passadas nadando no rio Reach –, essas quatro mulheres precisarão lidar com aquela descoberta que pode, literalmente, desenterrar um terrível segredo. Em pouco tempo, torna-se evidente que uma delas quebrou uma regra importante do jogo: Nunca mintam umas para as outras. Intenso, imprevisível e com doses de suspense na medida certa, Ruth Ware constrói mais uma vez uma narrativa instigante em que histórias de vidas são contadas à medida que mistérios são revelados com uma tensão crescente, que prenderá o leitor da primeira à última página.

 

11. Mortos não contam segredos, Karen McManus


Compre o livro
Compre o e-book

Quando sua mãe é internada em uma clínica de reabilitação, Ellery e seu irmão gêmeo precisam se mudar para a casa da avó que mal conhecem. Na pequena cidade de Echo Ridge, eles logo descobrirão que, por trás das ruas arborizadas e casinhas de cerca branca, há histórias tenebrosas: sua tia desapareceu aos 17 anos e nunca foi encontrada; anos mais tarde, a rainha do baile de boas-vindas, da mesma idade, foi assassinada… E às vésperas da volta às aulas, pichações ameaçadoras tomam a cidade, protetendo reencenar os crimes nunca solucionados do passado. Listada entre as possíveis vítimas, Ellery decide usar todo seu arsenal de leitora de histórias de detetive e reportagens sobre crimes para desvendar o mistério. Mas quando uma colega de turma é sequestrada, a menina percebe que, em Echo Ridge, segredos devem ser levados para o túmulo.

 

12. A corrente, Adrian McKinty


Compre o livro

Vítima. Sobrevivente. Sequestrador. Criminoso. Você vai se tornar cada um deles. O dia começa como qualquer outro. Rachel Klein deixa no ponto de ônibus a filha de 13 anos, Kylie, e segue sua rotina. Mas o telefonema de um número desconhecido muda tudo. Do outro lado, uma voz de mulher avisa que Kylie está no banco de trás de seu carro, e que Rachel só verá a filha de novo se pagar um resgate ― e sequestrar outra criança. Assim como Rachel, a mulher no telefone é mãe, também teve o filho sequestrado e, se Rachel não fizer exatamente o que ela manda, o menino morre, e Kylie também. Agora Rachel faz parte da Corrente, um esquema aterrorizante que transforma os pais das vítimas em criminosos ― e, ao mesmo tempo, deixa alguém muito rico. A Corrente é implacável, apavorante e totalmente anônima. As regras são simples: entregar o valor exigido, escolher outra vítima e cometer um ato abominável do qual, apenas vinte e quatro horas antes, você se julgaria incapaz. Rachel é uma mulher comum, mas, nos dias que se seguem, será levada a extremos que ultrapassam todos os limites do aceitável. Ela será obrigada a fazer escolhas morais inconcebíveis e executar ordens terríveis. Os cérebros por trás da Corrente sabem que os pais farão qualquer coisa pelos filhos. Mas o que eles não sabem é que talvez tenham se deparado com uma oponente à altura. Rachel é inteligente, determinada e… uma sobrevivente.

Compartilhe aqui!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!