NÃO FALE COM ESTRANHOS | 10 diferenças entre o livro e a série (com spoilers)

NÃO FALE COM ESTRANHOS | 10 diferenças entre o livro e a série (com spoilers)

“Não fale com estranhos” (The Stranger) estreou dia 30 de janeiro na Netflix, e já está se tornando uma das séries favoritas de quem ama suspense.

Na trama, o advogado Adam Price é abordado por uma mulher estranha, que revela um segredo chocante sobre sua esposa. A vida de Adam se transforma completamente após a revelação, levando a um desfecho imprevisível.

Não fale com estranhos é uma adaptação do livro homônimo de Harlan Coben, mas traz algumas modificações com relação à história original. Confira abaixo dez diferenças entre o livro e a série. Mas cuidado! Muitos spoilers a seguir.

 

Confira também o vídeo no canal

 

1. Lacrosse x futebol

No livro, os filhos de Adam Price são atletas de lacrosse. Esporte pouco conhecido por essas bandas (é praticado principalmente nos Estados Unidos e Canadá), consiste em os jogadores usarem um taco com uma rede na ponta para marcar gols. Na série, os meninos jogam futebol mesmo.

 

2. O estranho (a)

Ok. Quem leu o livro certamente logo notou que, na história original, o estranho é um homem e, na série, é uma mulher (interpretada pela atriz Hannah John-Kamen). Ela é a pessoa que revela o fatídico segredo para Adam Price, sempre usando seu fatídico boné (presente no livro também), e que fará parte de outra mudança na trama explicada nos últimos episódios.

 

3. Estados Unidos x Inglaterra

Toda a trama do livro se passa principalmente em um bairro de classe média em Nova Jersey, nos Estados Unidos, se desdobrando por algumas cidades norte-americanas no decorrer dos capítulos. Já no filme, a família também mora em um bairro de classe média, mas na Inglaterra.

 

4. Dupla de detetives

A dupla de detetives Wesley Ross e Johanna Griffin é uma das melhores surpresas da adaptação. No entanto, o bem humorado detetive Ross (interpretado por Kadiff Kirwan) não existe no livro. O nome do parceiro de Johanna na trama original é Norbert Prendergast.

 

5. Festa, que festa?

Foram criadas tramas paralelas para a série de TV que não estão no livro. Uma delas diz respeito à festa com os adolescentes e à decapitação da alpaca, aquele animal fofinho que aparece estraçalhado logo nos primeiros episódios. Não há nenhum animal fofinho sendo decapitado no livro, amiguinhos.

 

6. A doença de Olivia

A série mostra o policial Katz recorrendo a vários tratamentos para identificar a doença de sua filha, Olivia, que vive sendo internada em hospitais. Descobre-se que a própria mãe dela a está envenenando, pois sofre de um transtorno conhecido como Síndrome de Münchausen. Não há esta história específica no livro, pois originalmente é revelado que o policial (que no livro chama-se Kuntz) tem um filho doente com câncer nos ossos, ou seja, não há ninguém o envenenando.

 

7. O pai de Adam não aparece no livro

Uma parte importante da história na série, o pai de Adam Price, Ed Price (interpretado por Anthony Head), nem dá as caras na história original pois morre quando Adam tem 16 anos. Já na série, ele participa de quase todos os episódios e faz o vilão mais convincente tentando demolir a casa do ex-policial Killane.

 

8. Rinsky x Killane

Já que estamos falando de Killane, este é um personagem que sofreu algumas mudanças na adaptação. A começar pelo nome, que no livro é Michael Rinsky e na série é Martin Killane, um ex-policial que se recusa a sair do lugar onde morou por muitos anos com a esposa pois ela sofre de demência, enquanto uma empreiteira tenta de tudo para demolir sua casa e construir um condomínio de prédios na região. Na série, o ex-policial (interpretado por Stephen Rea) não mora mais com a esposa (ela o deixou e não manteve mais contato), e acaba sendo parte de uma das explicações mais importantes da trama nos últimos episódios.

 

9. A morte de Heidi Doyle

O que permanece igual: a detetive Johanna irá investigar a morte de sua melhor amiga, Heidi Doyle, que é brutalmente assassinada. O que muda: no livro, ela morre após ser atacada em casa e não é por este motivo que a detetive Johanna sai à procura de Adam Price. Na série, ela é morta dentro da própria cafeteria e a esposa de Adam Price é implicada no crime.

 

10. Detalhes do fim

O final tem diferenças parciais na adaptação para a TV. Enquanto no livro todos descobrem quem é o “grande vilão” da história, na série sua identidade vira um grande segredo entre Adam Price e a detetive Johanna Griffin, que o ajuda a encobrir o crime cometido no último episódio. Sobre “a estranha”, no livro o personagem desaparece completamente após escapar de seu perseguidor, enquanto que na série ela é vista na última cena, observando o jogo de futebol dos filhos de Adam Price. Só falta dizer: “preparem-se para a 2ª temporada”.

 

Veja o vídeo

 

(Fontes: Den of Geek, Netflix)